Arquivo do Mês de Agosto, 2010

Novo CD de Camané em Pré-Compra

Segunda-feira, 30 Agosto, 2010

‘Do Amor e dos Dias’, novo álbum de Camané, é editado a 27 de Setembro, mas este mês fica disponível em pré-compra na Fnac
Do Amor e dos Dias, o sexto disco de estúdio do fadista Camané, só será editado no próximo dia 27 de Setembro. Todavia, no final deste mês estará já disponível em re- gime de pré-compra nas lojas Fnac e ainda no site www.fnac.pt, acompanhado por um EP com quatro temas.

A Guerra das Rosas, título do primeiro single retirado de Do Amor e dos Dias, é também o nome deste EP, que além do single contém outros três temas gravados nas mesmas sessões do novo álbum. Segundo Camané, estes temas “são uma evocação a alguns dos nomes que mais respeito e admiro, de (Alfredo) Marceneiro a Amália, passando por Linhares Barbosa e Carlos do Carmo”.

Já o novo álbum foi novamente produzido por José Mário Branco, responsável também pelos arranjos e pela direcção musical, sendo que este músico acompanha Camané desde o início da sua carreira. José Manuel Neto (guitarra portuguesa), Carlos Manuel Proença (viola) e Carlos Bica (contrabaixo) voltaram a acompanhar o fadista nas gravações deste disco.

Do Amor e dos Dias é constituído por 18 temas e além da edição em CD, será também lançado em vinil, digitalmente e acompanhado por um DVD com gravação vídeo ao vivo de temas deste novo álbum.
Camané vai apresentar este sexto álbum de originais em público no dia 7 de Outubro, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém. O concerto começa às 21.00 e o preço dos bilhetes varia entre os 12,5 e os 28 euros.

Fonte

Stokholm Lisboa Project na Suécia

Segunda-feira, 30 Agosto, 2010

02 de Outubro – Umeå
03 de Outubro – Luleå
06 de Outubro – Lund
07 de Outubro – Helsingborg
08 de Outubro – Göteborg
09 de Outubro – Linköping
10 de Outubro – Södertälje
12 de Outubro – Skinnskatteberg
13 de Outubro – Västerås
14 de Outubro – Borlänge
15 de Outubro – Stockholm
16 de Outubro – Orsa1
17 de Outubro – Uppsala
26 de Outubro – Karlskoga
27 de Outubro – Jönköping

«Tantas Lisboas» a 13 de Setembro

Segunda-feira, 30 Agosto, 2010

“Tantas Lisboas” é o título do segundo trabalho de Marco Rodrigues. As colaborações de Carlos do Carmo, Mafalda Arnauth, Boss AC e Inês Pedrosa constituem alguns dos pontos de fortes deste registo.

Até aos quinze anos, Marco Rodrigues – que vivia em Arcos de Valdevez – apenas sabia que existia um género musical chamado fado e que a sua maior diva era Amália Rodrigues. Mas, quando vem para Lisboa com a mãe, o fado entrou-lhe pela vida dentro sem pedir licença.
Foi a figura materna que o incentivou a concorrer à Grande Noite do Fado, no Coliseu de Lisboa, que Marco venceu e, apesar dos seus tenros 16 anos na altura, já na categoria de Sénior.

Poucos meses depois, Marco Rodrigues estreou-se como profissional no Café Luso – onde ainda é fadista e violista residente para além de acumular estas funções com a de director artístico da casa.
Agora, depois de “Fados da Tristeza Alegre” (2006), o fadista Marco Rodrigues prepara-se para editar o seu segundo álbum, “Tantas Lisboas”, através da Universal Music Portugal e com edição prevista para 13 de Setembro.

Um álbum que tem como convidados Carlos do Carmo e Mafalda Arnauth e entre os compositores e letristas Tiago Machado, Boss AC, Tiago Torres da Silva e Inês Pedrosa.
“O meu álbum”, diz Marco Rodrigues, “não tem só fado nem tem só instrumentos de fado. Eu canto fado, vivo do fado mas não estou (apenas) no fado”.

“Tantas Lisboas” apresenta alguns clássicos – como o lendário “Fado do Estudante” (interpretado por Vasco Santana no filme “A Canção de Lisboa”) – e muitos originais, incluindo dois temas com música composta pelo próprio Marco Rodrigues.
A cidade de Lisboa está presente, naturalmente, em muitas canções do álbum. De todas elas, destaca-se “O Homem do Saldanha”, um dueto com Carlos do Carmo, com letra de Boss AC e música de Tiago Machado.

Com Mafalda Arnauth, Marco Rodrigues canta “Valsa das Paixões”, que tem letra de Tiago Torres da Silva e, igualmente, música de Tiago Machado.

Fonte

Camané em Madrid

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010
Fadista Camané

O fadista Camané actua dia 16 em Madrid no âmbito do Festival Veranos de la Villa, partilhando o palco com a cantora argentina María La Valle.

Acompanhado por José Manuel Neto à guitarra e Carlos Manuel Proença à viola, Camané actuará nos Jardines de Sabatini, junto ao Palácio Real, no centro da capital espanhola.

O alinhamento do espectáculo será essencialmente o álbum ‘Sempre de mim’, não estando previsto que integre qualquer tema do próximo álbum, ‘Do amor e dos dias’, que sairá a 27 de setembro.

Nas rádios nacionais está já a rodar ‘A guerra das rosas’, tema com letra de Manuela de Freitas e música de José Mário Branco.

Antes de Madrid, dia 14 às 21:30, Camané actua na zona riberinha de Vila Real de Santo António, no âmbito do programa Allgarve.

‘Do amor e dos dias’ será o sexto álbum de estúdio de Camané, distinguido em 2006 com o Prémio Amália Rodrigues para o Melhor Fadista, começou a cantar fado ainda criança, tendo ganho por duas vezes a Grande Noite do Fado, no Coliseu de Lisboa, nas modalidades Júnior e Sénior.

Em 2008 Camané foi um dos nomes da selecção oficial da Womex (World Music Expo), que se realizou em Sevilha (sul de Espanha).

O fadista integrou o elenco do filme ‘Fados’, de Carlos Saura, e participa na série documental ‘Trovas antigas, saudade louca’, com guião de Rui Vieira Nery, que Carlos do Carmo apresentará em Setembro na RTP1.

A cantora María La Valle, segundo nota da produção do espectáculo, interpretará fados de Carlos Cabo [autor e intérprete espanhol falecido em Dezembro de 2000] e tangos de Carlos Gardel, e será acompanhada pelos guitarristas Rafael Fernandez e Jose Luis Andujar Ferreyra.

Fonte

Deolinda no Barreiro

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010

Os Deolinda vão tocar na abertura das festas do Barreiro, dia 13 de Agosto, às 22 horas, no Palco das Marés.

Este ano, subordinadas à temática ‘Centenário da Revolução Republicana’, as Festas do Barreiro começam dia 13 com o espectáculo dos  Deolinda, no Palco das Marés, pelas 22h00 horas.

Dois Selos e um Carimbo‘ surge dois anos depois do lançamento do primeiro álbum de originais ‘Canção ao Lado’. O quarteto, guiado pela voz de Ana, pelas guitarras dos irmãos Martins e pelo contrabaixista Zé Pedro Leitão, está de regresso aos concertos ao ar livre.

No dia 16 de Agosto vai haver uma conversa aberta sob o tema: ‘Uma água única’. Esta iniciativa vai ter lugar no mini Auditório do Mercado das Exposições.

Esta festa tem também um cariz social e ambiental. Assim sendo, no dia seguinte serão entregues dois cheques a duas corporações de bombeiros. Estes donativos provêm dos fundos arrecadados pela recolha de óleo alimentar usado que teve início há um ano.

Fonte

Raquel Tavares a 12 de Agosto em Lisboa

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010

Raquel Tavares, apresenta o seu “Bairro” no dia 12 de Agosto, pelas 22.00h na Praça do Município , em Lisboa.
O concerto da artista estará inserido no Festival dos Oceanos que decorre entre 31 de julho e 14 de agosto em Lisboa dedicada à República e à” Portugalidade”.
De dia 9 a dia 12 de Setembro a Fadista estará a representar Portugal e o Fado na Expo Shangai 2010, onde apresentará o “Bairro” pela primeira vez em continente Asiático, depois de o ter apresentado por inúmeros países.
Raquel Tavares fará 4 concertos, sendo 2 concertos um pouco mais intimistas no Pavilhão de Portugal, onde o ambiente de Casa de Fado será recriado a cem por cento, e 2 concertos na Praça Europa, recinto ao ar livre com 6000 lugares de pé, junto ao Pavilhão de Portugal. A 25 de Setembro é a vez da Grécia ouvir Raquel Tavares.

Fado marca presença no Avante

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010

A Quinta da Atalaia é palco para a realização da 34ª Festa do Avante.

Nos dias 3, 4, e 5 de Setembro, são muitos os músicos/bandas que animam mais uma edição da Festa do Avante.

Aqui fica a lista de nomes que vão “desfilar” pelo palco da Quinta da Atalaia, no Seixal:
A Naifa
Abrunhosa & Comité Caviar
Adriana
Ana Laíns
António Chainho (com Isabel de Noronha e Pedro Moutinho)
Baile Popular
Bernardo Sassetti Trio
Brigada Victor Jara
Bunnyranch
Cacique ´97
Camba Tango
Catarina dos Santos
Claud
Dany Silva e Celina Pereira
Dazkarieh Demian Cabaud Quarteto com Leo Genovese Deolinda
Diabo na Cruz
Dias da Raiva
Eina
Expensive Soul
La Rumbé
Luísa Basto
Monte Lunai
Muxima
Orquestra de Jazz de Matosinhos com Kurt Rosenwinkel
Peste & Sida
Ricardo Pinheiro Sexteto
Roberto Pla All Stars
Sebastião Antunes e Quadrilha Stonebones & Badspaghetti
The Flawed Cowboys
Tim e Companheiros de Aventura
Os Tornados
Us & Them
+ Info

Gala de apoio à candidatura do Fado é já Sábado

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010

A Gala para apoiar a candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade, vai ter lugar este sábado, às 23:00 horas, no Salão Caffé do Casino Figueira, contando com diversos convidados musicais.

A cerimónia acolherá nomes como Carlos do Carmo, Joana Amendoeira, João Braga, Ana Sofia Varela, Vicente da Câmara, Maria da Fé, Ricardo Ribeiro, Aldina Duarte, Pedro Moutinho, Raquel Tavares, Rodrigo e Argentina Santos, segundo o casino.

Eunice Muñoz abrirá a Gala para ler o poema «Fado Português», de José Régio. Testemunharão ainda José Mourinho, Mário Moniz Pereira, Rui de Carvalho, Júlio Isidro, Fernando Mendes, Vitorino de Almeida, Pedro Abrunhosa, Vasco Graça Moura, Luís Represas, Rui Veloso, José Carlos Malato e Júlio Pomar.

O evento resulta de um trabalho conjunto entre o Casino Figueira e Museu do Fado. A RTP estará a cargo da gravação das imagens.

Mariza prepara disco novo

Quarta-feira, 11 Agosto, 2010

«Estou a gravar em Lisboa, o que já não acontecia há dois álbuns, e com tempo de experimentar e ouvir», disse.

A fadista escusou-se a adiantar outros pormenores, tendo referido que «talvez o próximo álbum seja mais tradicional e menos experimentalista que o Terra [o CD anterior editado em 2008]».

Mariza afirmou que foi fazendo a pesquisa de poemas e músicas durante as digressões, «com a ajuda do músico Diogo Clemente», o viola que actualmente a acompanha e que assinou alguns temas em Terra, como ‘Pequenas verdades’ e ‘Alma de vento’.

«É a primeira vez que sinto o estúdio como um grande laboratório», enfatizou a intérprete, que explicou: «Agora eu canto, oiço, vou para casa, volto [ao estúdio], se gostar fica, senão mudo de tema».

O novo álbum celebrará «os dez anos de carreira discográfica e de palcos».

A intérprete de ‘Rosa branca’ (José de Jesus Guimarães/Resende Dias) projecta apresentar já o novo álbum nos concertos que realizará no final do ano nos coliseus de Lisboa e Porto.

«Ainda não tenho datas fixas, são ainda projectos, antes ainda irei ao Brasil, México e à Venezuela, e termino esta digressão que tem estado a correr muito bem», disse a fadista.

Mariza afirmou estar «muito contente com o público que sabe de cor as canções, canta, faz silêncios quando é o momento, e bate palmas».

A artista continua a ter uma agenda «muito apertada» no estrangeiro, onde sente que «as pessoas cada vez gostam mais» da música que faz.

Referindo-se à candidatura do fado a património imaterial da humanidade, Mariza, que foi escolhida pelo então presidente da Câmara de Lisboa, Pedro Santana Lopes, para embaixadora, ao lado de Carlos do Carmo, afirmou estar «muito contente» com a entrega da documentação à UNESCO, em Paris.

Em Lagos, a intérprete de ‘Ó gente da minha terra’ (Amália Rodrigues/Tiago Machado) será acompanhada pelo seu combi habitual de música – Marino de Freitas (baixo acústico), Diogo Clemente (viola), Bernardo Couto (guitarra portuguesa), Vick (percussões) e Simon James (trompete e piano).

Em Setembro, a intérprete de ‘Primavera’ (David Mourão-Ferreira/Pedro Rodrigues) actua dia 3 em Vila Nova da Barquinha e no dia 4 em Salvaterra de Magos (Santarém).
Dia 7 canta no anfiteatro romano de Mérida (Espanha) e no dia 18 estará na feira de S. Mateus, em Soure (Coimbra). Dia 13 de Novembro Mariza cantará no casino da Póvoa de Varzim.

Fonte